quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Produção do bacalhau em aquacultura

video

25 comentários:

  1. Achámos que o video nos ensinou bastante sobre a produção de bacalhau em aquacultura , estava muito cativante para pessoas da nossa idade.

    Nomes:
    Ana Frias 9ºA
    Nicole Lamego 9ºA

    ResponderEliminar
  2. Realmente não há melhor peixe que o famoso bacalhau.
    É pena estar a extinguir-se e nós não conseguirmos fazer nada para o impedir! :(
    Viva ao BACALHAU!

    ResponderEliminar
  3. Com a visualização deste vídeo, concluímos que a aquacultura, é uma das formas de preservar as espécies marinhas, nomeadamente o bacalhau, sendo uma forma de criar diferentes espécies marinhas(crustáceos, moluscos, peixes e algas) em viveiros. Este vídeo, espelha bem esta actividade e por isso emitiu - nos perceber melhor a sua função.

    ResponderEliminar
  4. Sinceramente as pessoas de hoje em dia têm uma falta de consideração tremenda pelos seus descendentes.
    Só de pensar que os meus netos não poderão deliciar-se com o famoso bacalhau...
    Ao menos aproveitemo-lo enquanto não se extingue.

    ResponderEliminar
  5. A aquacultura é uma solução para minimizar os impactes ambientais. E devemos apostar na reabilitação do bacalhau porque está em vias de extinção.
    Joao C. 9ºA

    ResponderEliminar
  6. A aquacultura consiste na criação de espécies marinhas(crustáceos, moluscos, peixe e algas) em viveiros.
    Esta forma de preservar a vida marinha é bastante importante pois o bacalhau já se começa a extinguir...
    Rodrigo Andrade Nº22
    9ºA

    ResponderEliminar
  7. A a aquacultura é uma boa maneira de evitar a caça excessiva ao bacalhau , porque hoje em dia todos os peixes pescados servem para alguma coisa. Logo eu acho que a aquacultura não só protege dos pescadores como faz com que os bacalhaus sejam criados. Claro que era melhor não haver nada disto e os peixes poderem nadar à vontade sem uma pesca excessiva , mas como é este mundo que temos...

    Daniel Torres nº7 9ªE

    ResponderEliminar
  8. Posso concluir que, ao visionar este video,o bacalhau, devido à sua grande procura em anos anteriores, este esteja a desaparecer. As suas quantidades são cada vez menos e, infelizmente, o mercado consumidor por vezes aumenta procurando-o para encher 0os seus pratos.
    Posso concluir que a aquacultura portuguesa é intensa, quanto à sua procura de peixe, diminuindo a diversidade no mar.

    Catarina Chasqueira nº6 9ºE

    ResponderEliminar
  9. O vídeo é relativo à aquacultura ou aquicultura, que consiste na criação controlada de espécies piscícolas (crustáceos, moluscos, peixe e algas) em viveiros, obedecendo a alguns princípios básicos, como a selecção de espécies adequadas às condições naturais e resistentes a doenças. Neste caso em particular refere-se ao bacalhau, espécie que nas décadas de 50 e 60 foi excessivamente explorada, levando à actual situação de escassez. Para combater tal problema, iniciou-se a aquicultura com esta espécie. Os viveiros encontram-se na Noruega, local ideal para o seu desenvolvimento.
    Por uma parte concordo com este tipo de criação, pois permite combater a extinção de espécies animais, neste caso marinhas. Por outro lado acho que os peixes são expostos a um grau de sofrimento um pouco cruel, pela forma como são encarados e tratados, uma vez que têm apenas a função de crescer, engordar e serem consumidos. Além disso não estão livres nem em plena relação com o seu habitat natural.

    Ricardo Costa Nº25 9ºE

    ResponderEliminar
  10. Com a visualização deste vídeo pude concluir que a aquacultura é uma forma de preservar as espécies marinhas, como, neste caso, o bacalhau, mas também alguns muluscos, peixes e crustáceos em cativeiro. Neste vídeo pode observar-se como se desenvolve a aquacultura, podendo, assim, perceber-se como funciona e para que serve.

    Miguel Francisco, 9ºE

    ResponderEliminar
  11. A pesca excessiva do bacalhau, levou à sua escassez. Para evitar a sua extinção, começou-se a criar bacalhau em aquacultura. A aquacultura consiste na criação controlada de espécies piscícolas, resultando da sobreexploração dos recursos piscícolas. A sua principal vantagem é a de conservar espécies piscícolas, evitando a sua extinção. Para além desta vantagem também tem algumas desvantagens, tais como a qualidade do pescado ser inferior.

    Pedro Santos, 9ºE , Nº23

    ResponderEliminar
  12. Com a visualização do vídeo podemos caracterizar a aquacultura. A aquacultura é a criação controlada de espécies piscícolas (neste caso, o bacalhau) em viveiros. As espécies são seleccionadas e postas em condições naturais resistentes a doenças.
    Na década de 50 havia muita procura do bacalhau, por isso se criou a aquacultura, para evitar a sua extinção. Além disso, o bacalhau é seleccionado ainda pequeno / imaturo para que, provavelmente, não sejam pescados no mar, com ou sem intenção, pelos pescadores, e poderem procriar, sem haver um grande risco de doenças ou morte dos bacalhaus.

    Telma Dias, 9ºE

    ResponderEliminar
  13. A aquacultura (criação controlada de espécies píscicolas) é uma actividade necessária nos dias que correm, devido a crescente procura mundial por alimentos e, neste caso, agravada pela pesca excessiva ao bacalhau na década de 50. A aquacultura tem a avantagem de se poder produzir e consumir sem despovoar os mares, preservando e fomentando a continuidade das espécies. Por outro lado, os peixes criados nestas condições quase nunca obtém a mesma qualidade ao consumidor que os peixes selvagens, devido ao pouco espaço que dispõem e à alimentação, que muitas vezes inclui químicos e hormonas de crescimento, de modo a obter mais rendimento nas criações. É também um pouco cruel a função para que são criados, ou seja, nascem e passam 20 meses a engordar à espera de serem capturados e consumidos. No entanto, na situação actual, é um processo que se encaixa e cobre grande parte das necessidades alimentícias das populações.

    ResponderEliminar
  14. Os avanços tecnológicos da pesca, ao permitirem o aumento da quantidade de capturas (sobreexploração de recursos piscícolas)levou à escassez do bacalhau, bem como a de outras espécies marinhas. Uma das formas de preservar a vida marinha é a prática da aquacultura ou aquicultura, que consiste na criação de espécies piscícolas, obedecendo a alguns princípios básicos, como a selecção de espécies adequadas às condições naturais e resistentes a doenças. O vídeo mostra como tudo acontece nos viveiros e demonstra todo o processo do desenvolvimento do peixe até ser pescado.
    Na minha opinião, por um lado, a aquacultura permite combater a extinção de espécies marinhas, mas também têm um lado negro, pois os peixes não se encontram livres.

    Mónica Santos Nº19 9ºE

    ResponderEliminar
  15. O video é referente à criação de bacalhau em aquacultura ou aquicultura, uma forma de preservar a vida marinha, neste caso o bacalhau, que com a excessiva pesca desta espécie a mesma começa a faltar. A aquacultura consiste na criação controlada de espécies piscícolas em viveiros, obedecendo a alguns princípios básicos, como a selecção de espécies adequadas às condições naturais e resistentes a doenças. Estes viveiros são controlados pelo Homem.
    A principal vantagem é o facto de evitar a extinção de uma espécie, daí resultar da sobreexploração das espécies. No entanto, também tem algumas desvantagens, como a perda da qualidade das espécies e como o aumento das espécies invasivas existentes.
    Por fim, podemos concluir, com a visualização deste video, que a criação de bacalhau em aquacultura favorece o seu desenvolvimento e evita a sua extinção.

    Ana Mafalda, Nº2, 9ºE

    ResponderEliminar
  16. Com a visualização deste vídeo pude concluir que a aquacultura é uma forma de preservar as espécies marinhas, como por exemplo neste caso o bacalhau, mas também muluscos, peixes e crustáceos em cativeiro. Também podemos ver como se desenvolve a aquacultura, podendo perceber como funciona e para que serve. Penso que sim, que é uma boa forma para preservar algumas espécies.

    Karina Striyenku nº14 9ºE

    ResponderEliminar
  17. Este vídeo refere-se à aquacultura que consiste na criação de espécies marinhas (crustáceos, moluscos, peixe e algas) em viveiros. Neste caso em particular, refere-se à produção do bacalhau em aqualcultura, o que surgiu como uma nova industria. O vídeo transmite-nos também que nas décadas de 50 e 60 o bacalhau era um produto muito procurado, o que originou a sua actual escassez. Os viveiros onde o bacalhau era “criado”, estão locadizados em águas frias e límpidas, o que favorece o crescimento dos bacalhaus. Numa fase mais juvenil, os bacalhaus são levados para tanques de engorda, que estão estratégicamente dispostos, com cerca de 100 gramas. Após 15-20 meses, os bacalhaus já estão adultos e já podem ser recolhidos (um dos grandes países para fazer a “recolha” de bacalhau é a Noruega). Por um lado, penso que a aquacultura seja relativamente benéfica, pois permite combater a extinção destas espécies marinhas; por outro lado reprovo esta técnica, pois é visivel o grau de sofrimento a que os peixes estão expostos, pela forma como são encarados e tratados como seres vivos, uma vez que a sua função vital, se baseia em crescer-engordar-e serem consumidos.


    Carolina Azeitona nº5 9ºE

    ResponderEliminar
  18. A aquacultura é a criação controlada de espécies píscicola, sendo esta é uma actividade necessária para o futuro, devido a crescente procura mundial por alimentos. Neste caso, esta foi agravada pela pesca excessiva ao bacalhau. A aquacultura tem a vantagem de se poder produzir e consumir sem despovoar os mares, permitindo continuidade das espécies e o desenvolvimento total destas. Por outro lado, os peixes criados em aquaultura quase nunca obtém a mesma qualidade que os peixes selvagens, devido ao pouco espaço que dispõem e à alimentação, que por vezes inclui químicos e hormonas de crescimento, de modo a obter mais rendimento. No entant, é um processo que se encaixa na situação atual e futura, cobrando grande parte das necessidades alimentícias das populações.

    Inês Ribeiro nº12, 9ºE

    ResponderEliminar
  19. Com este vídeo, posso dizer que o facto de, em anos anteriores o bacalhau ser um produto com elevada procura, teve um grande impacto nos dias de hoje, visto que é um dos animais com registos de maior escassez. De um certo ponto de visto a aquacultura tem um elevado número de beneficios, visto combater a extinção de espécies, neste caso marítimas, contudo existe um ponto de vista em que a dita aquacultura não é uma coisa ética, visto que esta espécie é apenas criada para consumo humano, onde é levada para tanques da engorda, ficando lá cerca de 15/20 meses, depois são recolhidas, tratadas e por fim consumidas.

    Paulo Calaia nº21 9ºE

    ResponderEliminar
  20. Ao visualizar este video podemos concluir que a aquacultura é a produção de animais aquáticos, como a criação de peixes, moluscos, crustáceos, anfíbios, preservando a vida marinha. A aquacultura acontece nos viveiros e é controlado pelo homem, evitando a extinção de espécies.Apesar disso como desvantagem à a perda de qualidade das espécia bem como as espécies evasivas.

    Beatriz Ferreira, nº3, 9ºE

    ResponderEliminar
  21. Ao ver o vídeo posso concluir que a aquacultura é uma maneira de preservar várias espécies marítimas, neste caso o bacalhau e também alguns muluscos, crustáceos em cativeiro e peixes, mas também posso observar para que serve a aquacultura e como funciona.
    Posso concluir também que a criação de espécies em aquacultura favorece o seu desenvolvimento e evita a extinção das mesmas.



    Daniela Malcata nº9 9º E

    ResponderEliminar
  22. Através da visualização deste vídeo pode-se observar a criação de bacalhau em aquacultura ou aquicultura. Aquacultura ou aquicultura é a produção de organismos aquáticos, como a criação de peixes, moluscos, crustáceos, anfíbios e o cultivo de plantas aquáticas em viveiros para uso do homem. Contudo ao observar este vídeo pode-se concluir que a criação de bacalhau em aquicultura é uma forma de preservar a existência desta espécie pois tem se vindo a notar a sua falta.
    Porém, esta técnica possui vantagens e estas são: o facto de esta ajudar a evitar a extinção da espécie, dando.-se a sobreexploração da espécie, contudo esta também tem desvantagens como a perda da qualidade das espécies.
    Com a visualização deste vídeo conclui-se que a a aquocultura ajuda no desenvolvimento de outras espécies e evita a sua extinção

    Abissa Sanó nº1 9ºE

    ResponderEliminar
  23. Ao ver o vídeo posso concluir que houve um avanço da pesca que permitiu avanços tecnológicos.
    Na década de 50 havia muita procura do bacalhau, por isso se criou a aquacultura, para evitar a sua extinção. Além disso, o bacalhau é seleccionado ainda pequeno, provavelmente, não sejam pescados no mar, com ou sem intenção, pelos pescadores, e poderem procriar, sem haver um grande risco de doenças ou morte dos bacalhaus.

    Branca Lopes nº4 9ºE

    ResponderEliminar
  24. Podemos resumir, que a aquacultura é uma nova inovação que tem vindo a progredir ao longo dos anos por ter bastantes vantagens como: Evitar a sobreexploração de uma espécie. Todavia, tem algumas desvantagens como: A perda da qualidade das espécies.
    Resumindo e concluindo esta industria não pode ser realizada em excesso como tudo, tendo um equilíbrio entre o meio ambiente.

    Nuno Gomes nº20, Ivo Rodrigues nº13 9ºE

    ResponderEliminar
  25. não é possível fazê-lo em portugal? com toda esta nossa costa disponível? poderia ser o nosso "petróleo"

    ResponderEliminar